= Depressão, Ansiedade, Angústia

= Vícios

= Compulsões, TOC, Medos, Fobias

= Desordens Cognitivas

= Bruxismo, ATM

= Alopecia (perda de cabelo/pelos no corpo)

= Gagueira

= Desordens dermatológicas (eczemas, herpes, pruridos, psoríase, etc.)

= Desordens gastrointestinais (ulceras, síndrome do colón irritável, colite, doença de Crohn)

= Fibromialgia

= Dores crônicas e quadros de inflamações (alergias, asma, bronquite)

= Autoconfiança, Autoestima

= Melhora da capacidade de retenção de dados (Aprendizado)

= Estresse, Estresse pós-traumático

= Disfunções sexuais (falta de motivação, ejaculação precoce, disfunção erétil, etc.)

= Obesidade

= Luto

Existem pessoas - principalmente nos EUA - que utilizam a hipnoterapia para ampliação dos próprios potenciais criativos e até para aumento de órgãos do corpo físico, bem como para promover aumento da estatura, além de casos relacionados aos fenômenos de abdução. Essas modalidades são pouco conhecidas no Brasil, porém já existem brasileiros utilizando-as e, assim como nos EUA, com resultados positivos.

Mas, como funciona? Eu fico na frente de um relógio ou pêndulo que você fica balançando à minha frente?

Não.

Quando uma pessoa se interessa por Hipnoterapia, ela preenche uma ficha ('Ficha de Anamnese') relatando a(s) questão(ões) que gostaria que tratar através da Hipnoterapia.

As técnicas utilizadas serão planejadas a partir dessa ficha.

Caso você deseje fazer as quatro sessões mínimas com as quais trabalho (1 vez por semana), agendaremos seu atendimento. Você se sentará confortavelmente numa poltrona e eu pedirei - de modo calmo, rítmico, monótono - que você relaxe seguindo etapas que lhe conduzam à profundidade da consciência. Esse estado de relaxamento profundo é chamado por muitos de 'estado de transe'. Você pode chamá-lo assim se quiser; o importante aqui é que você saiba que você não perde sua consciência, pois mantém todo seu contato com o ambiente, podendo inclusive - caso deseje - sair desse estado no momento em que quiser. E a partir daí, trabalhamos com sugestões relativas à questão que está sendo tratada através da Hipnoterapia.

Mas, o que acontece comigo? Eu durmo?

Não.
Quando o transe se instala, a sugestionabilidade do paciente é aumentada; o que requer um elevado nível ético do médico. A hipnose leva então à várias alterações da percepção sensorial, das funções intelectuais superiores, exacerbação da memória (hiperamnésia), da atenção e das funções motoras. Estabelece-se um estado de alteração de estado da consciência, um tipo de estado que simula o sono, mas não o é (a pessoa não "dorme" na hipnose): o eletroencefalograma (EEG) do paciente sob hipnose é de vigília, e não de sono.

Fonte: Hipnose, dos mitos à realidade, Vladimir Bernik, Psiquiatra norte-americano MD

Quando você atinge esse estado aprofundado de relaxamento, sua percepção é ampliada e você consegue atingir níveis conscienciais onde consegue sentir e instalar os "sintomas" da "ausência do problema" que você está trabalhando. E consegue entender como manter esse estado em seu dia-a-dia quando não está mais fazendo a Hipnoterapia. E, por causa das sugestões, você é capaz de replicar esse estado em sua rotina diária.


É possível que alguém não volte da Hipnoterapia/estado Hipnoterápico? 

Não.
O estado relaxado promovido pela Hipnose é um estado natural. Assim, se você fosse deixado sozinho, num estado como esse, você voltaria dele como quem acabou de acordar. Como você não está inconsciente, voltaria dentro de no máximo 10 minutos na ausência do Hipnoterapeuta, pois acharia estranho não estar mais ouvindo a voz dele lhe dando as sugestões/orientações mentais relativas à questão tratada pela Hipnoterapia. 

Portanto, as sessões de "regressão a vidas passadas" são realizadas apenas espontaneamente ou em casos necessários, o que é considerado a partir do tratamento à que a pessoa está se submetendo conforme ele se desenvolve.

Isso se dá porque regressões são perigosas?
Não necessariamente, mas porque sessões desse tipo visam um uso, um resultado, não sendo realizadas a nível recreativo.

Durante a sessão eu corro o risco de falar coisas que não quero? Como algum segredo, por exemplo? 

Não. Exceto se você quiser. E se isso ocorrer, o Hipnoterapeuta lidará com isso de modo muito natural, utilizando o que você quiser dizer como ferramenta terápica para lhe ajudar em seu processo de maturidade pessoal, pois...tudo na vida humana é natural. Se não fosse, não faríamos.  

É possível se curar com a Hipnoterapia?
O termo "cura" tem um sentido muito amplo em terapias, pois não vemos 'cura' como um caminho fixo/final/definido, mas como uma transformação pessoal que nos possibilita lidar com as questões futuras e desafios da vida.

Portanto, quando alguém resolve uma questão que lhe afligia, ela está melhor preparada para lidar com situações futuras com as quais todos nós continuamos a nos deparar conforme evoluimos/amadurecemos.

Assim, podemos nos curar com a Hipnoterapia, mas o que ocorre não é uma cura na interpretação habitual/comum da palavra, mas "o acesso a um novo estado onde não preciso mais lidar com a questão anterior e, por isso, estou pronto para continuar evoluindo sem aquilo que me impedia de seguir adiante com minha vida."

Quanto tempo é necessário para eu ver os resultados? A Hipnoterapia é conhecida como uma das terapias mais eficazes quando comparada com as tradicionais. Estudos científicos têm demonstrado que seus resultados podem ser observados a partir de 6 sessões (+/- 1 mês e meio), apresentando resultados de recuperação de 93% (A.Barrios, Ph.D., em 'Psychoterapy, Theory Research and Practise' Vol.7. nr.1, Spring, 1970) .

Contudo, a prática tem mostrado que é possível - em muitos casos - observarmos resultados entre a terceira e a quarta sessão, existindo pessoas que conseguem perceber seus resultados positivos após a segunda sessão.

Por isso, costumo trabalhar com o mínimo de 4 sessões.

Eu posso substituir o atendimento médico e meus remédios pela Hipnoterapia?

Não. A Hipnoterapia é reconhecida como Medicina Complementar, também chamada de Integrativa. Assim, se você já realiza um tratamento médico, deve continuar utilizando-o.  Nossa cultura valoriza e acredita na medicina tradicional. Esse é, inclusive, um dos elementos que fazem da maravilhosa medicina humana um dispositivo positivo para tratarmos de questões de saúde física e psíquica. Nenhum Hipnoterapeuta pode lhe prescrever remédios ou lhe dizer que você deve abrir mão de seu tratamento médico,caso você esteja num. Junto com o tratamento hipnoterápico é indicado que você continue com seu tratamento médico, partilhando inclusive a informação de que você também está tratando de sua questão pessoal com um Hipnoterapeuta.  

A Hipnoterapia pode ser realizada à distância e também presencialmente.

A abordagem, realização e os resultados serão os mesmos, pois a chave é a prática.

Se você desejar realizar suas sessões na modalidade presencial, atendo na Região do Autódromo de Interlagos, você pode acessar o mapa AQUI.

Se você desejar fazer à distância, pode optar por dois métodos:

1) através de áudios = Se sua escolha for por áudios, suas sessões serão gravadas no formato MP3 - com a mesma duração de uma sessão presencial. 

2) através de Skype = Se sua escolha for pelo Skype, é necessário que seu computador possua uma webcam e que ele esteja num local onde você possa sentar-se confortavelmente (uma poltrona, sofá, cama, etc.). E nesse caso você deve ter o programa Skype instalado em seu computador. Para informações sobre como instalá-lo, clique AQUI.

Quanto tempo duram as sessões?

As sessões - presenciais ou à distância (áudios ou Skype) - costumam durar de 30 a 60 minutos, podendo - dependendo da técnica que estivermos utilizando - durar até 2 horas.

Quanto custa?
O pacote de 4 sessões custa R$480,00 (pago antecipadamente às sessões). Você pode efetuar o pagamento via depósito bancário ou por Cartão de Crédito através do modo seguro Paypal. Esses dados são discutidos através de contato via telefone e/ou e-mail.


É possível mudar o dia e horário das sessões se eu não conseguir estar presente nos dias previamente agendados?
Sim, conversamos a respeito e de acordo com disponibilidade em agenda podemos estabelecer novos horários e dias. 

Como posso saber mais?
Clicando AQUI