11 segredos para fazer novas amizades e viver mais

25/05/2018

Muitos de nós escutamos/lemos que ter amigos é importante para alavancar nossa jornada pessoal. A questão é que muitas vezes deixamos de dinamizar nossas amizades simplesmente porque...por que mesmo? 

A matéria abaixo fala a respeito disso, do que podemos fazer para despertarmos essa capacidade humana tão preciosa que é a de fazer amigos.  


Não é balela: amigos são tão importantes que refletem em nossa expectativa de vida. Uma pesquisa da Brigham Young University, por exemplo, constatou que pessoas com fortes laços - valem antigas ou novas amizades - vivem sete anos e meio a mais do que aquelas com relações menos profundas. A avaliação dos pesquisadores revelou que a saúde de quem se isola ou mantém pouco contato com amigos sofre efeitos tão nocivos quanto fumar 15 cigarros por dia, não praticar exercícios ou ser vítima de alcoolismo.

"Ter amigos é um dos grandes presentes que damos a nós mesmos, que nos faz viver num círculo de bem-estar pessoal praticamente interminável. Através dos amigos, mantemos um círculo de vitalidade, que nos leva à jovialidade, que por sua vez nos leva à saúde, que por sua vez nos leva à criatividade", defende Luciene Lima, psicoterapeuta e hipnoterapeuta clínica. Por isso, nada melhor que investir em amizades sólidas, sejam relacionamentos novos ou mesmo esquecidos no passado, que podem ser resgatados.

Com ajuda de Luciene e do psicólogo Luiz Francisco Jr, life coach e professor da Fadisp, listamos algumas formas de encontrar novas amizades e - por que não? - se reaproximar da turminha do passado.


  • Convide para um café ou passeio

Você pode fazer uma reunião coletiva, com pessoas que não vê há tempos e outras que conhece pouco (ou nem conhece ainda), mas que gostaria de manter uma relação. Também pode propor um encontro mais reservado, apenas com um convidado. Neste caso, vale marcar vários cafezinhos, para alcançar bastante gente.


  • Dê um telefonema surpresa

Isso vale, principalmente, para os amigos com os quais perdeu contato há anos. Resgate o número de telefone e ligue em um dia qualquer. Para não ser inconveniente, pergunte se podem conversar naquele momento ou prefere que telefone mais tarde. Gentilezas e atenção a pequenos detalhes tornam a aproximação mais fácil.


  • Explore as redes sociais

Taí um elemento-chave para fazer novas amizades e reencontrar pessoas que não vê há anos. Cada plataforma social tem seu propósito. Você pode aproveitar a chance e buscar afinidades em grupos e perfis com interesses parecidos com os seus. Esqueça o temor do distanciamento e da superficialidade das relações: vai superar essa visão assim que vir nascer ou reacender os laços.


  • Organize um reencontro

Eleja um tema para relembrar os velhos tempos e convide pessoas de outras épocas da vida - da faculdade, do antigo bairro, da igreja que frequentava, do trabalho de anos atrás - para se unir a você, cada um colaborando com uma parte (decoração, comida, bebida). Importante: não restrinja o convite apenas a quem você conhece; estimule seus contatos a levarem outros convidados, para que todos possam aumentar o círculo de amigos.


  • Marque um happy hour

Uma vez a cada 15 dias ou um mês, proponha aos colegas de trabalho uma esticadinha até um bar, antes de voltar para casa. Nessas ocasiões, também deixe aberto o convite para que pessoas próximas deles participem do encontro.


  • Faça voluntariado

Tem sempre uma entidade precisando de ajuda de voluntários, como hospitais, centros sociais, abrigos para crianças e mesmo museus e bibliotecas. A própria empresa que você trabalha ou trabalhou pode manter projetos paralelos, que vão permitir conhecer gente fora do seu convívio diário e fazer novas amizades. Vale se informar.


  • Envie um cartão

Por e-mail ou via Correios, não importa. Se existir alguma limitação que impeça o encontro "ao vivo", uma boa ideia é enviar um cartão carinhoso, falando sobre amizade, sobre o quanto você admira ou valoriza a pessoa de quem quer ser amigo. É sempre uma ótima forma de mostrar-se aberto às relações, recentes ou antigas.


  • Vá a eventos do bairro

Mesmo que não seja religioso, participe das festividades da igreja perto de casa. Vá também aos eventos organizados pela associação de moradores e grupos de amigos. Tais oportunidades são ótimas para conhecer quem mora na redondeza e reforça a experiência de comunidade.


  • Frequente um curso

Aproveite aquela hora ociosa do dia e se inscreva em um curso. Pode ser de dança de salão, de idiomas, de artesanato. Assim, vai ganhar a companhia frequente de pessoas com gosto parecido, além de se divertir bastante.


  • Interesse-se pelas pessoas

Estando próximo, fale de você apenas quando for questionado. Aproxime-se das pessoas mostrando real interesse por elas. Pergunte se estão bem e, se achar necessário, explique que deseja fazer amigos ou melhorar a qualidade da amizade já existente. Confessar os sentimentos deixa as relações mais humanas e abertas. E, se encontrar resistência, use o pretexto de querer que o outro ensine algo ou fale sobre um assunto que domina.


  • Não desista diante de contratempos

Pode até parecer que a pessoa não está motivada a abrir espaço para você, mas realmente existe a chance de surgirem vários empecilhos naquele momento. Tente uma segunda e uma terceira vez, se for necessário. Apoie-se naquilo que deseja e entenda que contratempos acontecem.

Fonte: Instituto de Longevidade