Ferramentas vs Hipnoterapia

03/09/2018

O chamado 'poder da mente' sempre foi tema de interesse para a maioria de nós. Em torno dele são desenvolvidos estudos, discursos e práticas.

No entanto, ainda desconfiados, apostamos pouco no que dizemos para nós mesmos. Sim, é o que ocorre quando trabalhamos com práticas mentais visando minimizar questões pessoais relativas às emoções, pensamentos e resultados práticos. Por que fazemos isso?

Geralmente desistimos de apostar em nosso potencial mental simplesmente porque projetamos nossa capacidade para questões externas. Por exemplo, se você deseja ser bem-sucedido financeiramente, você se deixa influenciar por notícias negativas do mercado financeiro, por informações a respeito de desemprego, por questões políticas delicadas mostradas em nossos noticiários, etc.

Ao bombardear-se com os cenários negativos, metade de seu potencial mental foi tingido pela incapacidade. E você já sabe qual o resultado disso.

Numa época em que se fala tanto de vibração, energia, ação inspirada, pouco percebemos nossa própria inserção na manifestação do que desejamos.

Seguir adiante, fortalecido pela ideia (preste atenção, tudo são ideias) de que podemos atingir nossos objetivos é quase heresia. Mas...onde esquecemos a força do "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura"?

São poucas as pessoas que possuem uma visão de comprometimento consigo mesmas a fim de acreditar que já estão escolhendo a realidade que estão vivendo e que podem, por isso, muda-la quando desejarem.

Partindo do princípio de que criamos a realidade que temos e que podemos mudá-la suavizando a sensação da insatisfação consigo mesmo, aproveitando os recursos já possuídos, percebendo que já fazemos algo com o que temos e que não temos, portanto, que criar uma estrutura nova a partir do que não temos a fim de termos a realidade que desejamos, a Hipnoterapia passa a ser ferramenta de coaching individual.

Ser quem desejamos é possível, e muitos de nós nem sabemos o que desejamos ser. Desperdiçamos tempo vagando entre pensamentos, ideias, emoções e colhendo resultados indesejados que nos fazem apenas reclamar do trabalho que não estamos fazendo conosco mesmos.

Como a Hipnoterapia pode me ajudar a ter a vida que eu desejo?

Ela começou a fazer Hipnoterapia para livrar-se do vício do tabagismo. Em quatro meses, ela já não estava mais fumando.

Depois, ela foi identificando o tipo de pessoa que gostaria de ser. Queria ser uma pessoa bem-sucedida financeiramente, amorosa, alegre, com um peso físico determinado, com planos de crescimento pessoal. E começamos a utilizar a Hipnoterapia para tanto. Ao longo do processo fomos descobrindo emoções que dificultavam a manifestação do que ela desejava. E trabalhamos nelas. E atualmente ela é uma profissional bem-sucedida, com o peso físico desejado e com o desenvolvimento do planejamento de vida pessoal que faz com que ela continue utilizando a Hipnoterapia como ferramenta de vida.

(Luciene Lima, Hipnoterapeuta)

Amadurecer emocionalmente e utilizar as ferramentas disponíveis para nosso sucesso pessoal é essencial para que caminhemos nossa jornada certificando-nos de que, sim, nossa mente é poderosa. Através da Hipnoterapia você pode identificar seu perfil, saber o que você deseja, entender como atingir o status sociocultural planejado e adequar-se a esse panorama.

Quanto tempo demora um trabalho como esse?

Uma vida.

Sim, estamos habituados a buscar soluções instantâneas e, mesmo sem encontrar soluções instantâneas, continuamos fazendo isso. Por que agimos assim? Porque estamos em busca não exatamente de soluções instantâneas, mas do prazer de saber-nos na trilha pessoal correta.

Assim, a Hipnoterapia, quando acolhida como terapia de expansão pessoal, torna-se uma ferramenta de prazer (por trabalhar a partir do relaxamento e, posteriormente, do contato consigo mesmo) e, exatamente por isso, proporciona a noção de que você está dando grandes passos em sua evolução e de modo deliberado.

Isso significa que você deve fazer Hipnoterapia o resto de sua vida? Não.

Isso significa que você, através da Hipnoterapia, ajudado por seu Hipnoterapeuta, aprende uma forma de trabalhar consigo mesmo numa base constante...até o resto de sua vida. Ou seja, é você quem está no comando. E nunca deixou de ser. E nunca deixará de ser.

Quais são as técnicas utilizadas para que possamos nos distanciar da suposta negatividade sociocultural e nos apoiarmos na manifestação de nossos desejos?

Basicamente técnicas que envolvem o autoconvencimento. Criativo, inteligente, emocionalizado. Pois é assim que aqueles que encontram dificuldade na escrita da própria história indesejada já agem.

"De grão em grão a galinha enche o papo" é um ditado antigo. E eficaz. Com a Hipnoterapia, esse ditado ganha dimensionalidade, pois ao entrar em contato com instâncias pessoais e resolvendo questões de autoestima baixa, amor próprio distorcido, valorização pessoal e investimento em suas próprias habilidades, seu foco se amplia e, logicamente, sua vida flui.

Ferramentas de suporte pessoal são utilizadas no mundo inteiro com o uso da Hipnose. Pessoas se beneficiam juntando ferramentas que lhes impulsionam e trabalhando num nível mental-emocional profundo que garante resultados de excelência. E, cá pra nós, não é nisso que estamos interessados?